N9


As legislações urbanísticas e o desenho da cidade popular: o caso do Recife/Brasil

Andresa Santana, Amélia Reynaldo

Resumen


No âmbito do estudo sobre o processo da origem da urbanização do Recife, especialmente através do parcelamento do solo, entre as décadas de 1920 e 1980, verificou-se a forte presença dos loteamentos denominados como populares, voltados para população de baixa renda, onde a grande maioria é aprovada entre as décadas de 1940 e 1950, sendo desenhada pela legislação urbanística do Regulamento de
Construções de 1936, que fornece os parâmetros de desenho e ocupação do solo urbano. Ao passo que a cidade formal era desenhada pelas legislações urbanísticas e pela política habitacional, a cidade informal era igualmente desenhada pelas exclusões ocasionadas por essas políticas. A ausência de estudos sobre o processo de urbanização da cidade do Recife através dos loteamentos populares, compreendendo quais as bases legais foram utilizadas para auxiliar no problema da moradia da população de baixa renda, torna a presente pesquisa crucial na compreensão da cidade popular.