N9


Mobilidade e desenho urbano: estudo das relações espaciais na cidade de Curitiba

Cristina de Araújo Lima, Letícia Nerone Gadens

Resumen


Esse artigo, decorrente de uma pesquisa mais abrangente, tem por objetivo analisar como se apresentam os padrões de desenho urbano nas adjacências de terminais do sistema BRT, considerando que estes equipamentos podem influenciar o seu entorno imediato, evidenciando distintos padrões de ocupação em relação a sua localização na estrutura urbana. Seguindo procedimentos metodológicos de múltiplas técnicas, a análise volta-se à cidade de Curitiba (Brasil) no entorno de terminais localizados na área central, comparativamente àqueles situados em zonas periféricas, considerados vetores de expansão urbana e metropolitana. Os resultados obtidos evidenciam que, embora os terminais periféricos estudados encontrem-se em situações urbanísticas supostamente similares, o padrão de ocupação no seu entorno é distinto, evidenciando lógicas da produção do espaço na escala metropolitana, resultantes da complexidade do fenômeno urbano. O reconhecimento desses padrões no entorno de equipamentos de uso intensivo pode contribuir com o planejamento e gestão pública, otimizando recursos e a qualidade espacial.