DIMENSÕES DA SUSTENTABILIDADE NOS PROJETOS DE URBANIZAÇÃO DE ASSENTAMENTOS PRECÁRIOS EM ÁREAS PROTEGIDAS [DIMENSIONS OF SUSTAINABILITY IN URBANIZATION PROJECTS FOR PRECARIOUS SETTLEMENTS IN ENVIRONMENTALLY PROTECTED AREAS]

A. T. B. Alvim, V. M. Rúbio, A. Lêdo

Resumen


RESUMO

Este artigo, fruto de pesquisa em desenvolvimento, tem como pressuposto que os projetos de urbanização de assentamentos precários, localizados em áreas ambientalmente vulneráveis devem ser parte de uma visão sistêmica que enfoca simultaneamente aspectos fundamentais à sustentabilidade. Na primeira parte apresenta-se o método de avaliação proposto para a análise de projetos de urbanização de assentamentos precários considerando as seguintes dimensões da sustentabilidade: político-institucional, ambiental, urbana e socioeconômica. Na segunda, discute-se os resultados da aplicação do método em dois estudos de caso localizados em municípios da Região Metropolitana de São Paulo, Brasil, que implementaram políticas públicas consideradas de sucesso: 1) Projeto de urbanização da Favela Colinas D’Oeste, Osasco e, 2) Projeto de urbanização dos assentamentos Capelinha-Cocaia, São Bernardo do Campo. As considerações finais indicam os limites e os avanços dos projetos analisados frente à visão sistêmica, necessária à recuperação de áreas ambientalmente vulneráveis, e à sustentabilidade urbano-ambiental dessas regiões.

 

Palavras-chave: urbanização de assentamentos precários; dimensões da sustentabilidade; urbanização e meio ambiente.

Linha de Investigação: 2: Cidade e Ambiente Tópico: Risco, vulnerabilidade e resiliência

 

ABSTRACT

This article, result of a research in development, assumes that the urbanization projects of precarious settlements, located in environmentally vulnerable areas must be part of a systemic vision that simultaneously focuses on fundamental aspects of sustainability. The first part presents the proposed evaluation method for the analysis of urbanization projects in precarious settlements considering the following dimensions of sustainability: political-institutional, environmental, urban and socioeconomic. In the second, the results of the application of the method are discussed in two case studies located in municipalities in São Paulo Metropolitan Region, Brazil, which have implemented public policies considered successful: 1) Colinas D'Oeste Favela urbanization project, Osasco and, 2) Urbanization project for the Capelinha-Cocaia settlements, São Bernardo do Campo. Final considerations indicate the limits and advances of the analyzed projects in view of the systemic vision necessary for the recovery of environmentally vulnerable areas, and the urban-environmental sustainability of these regions.

 

Keywords: urbanization of precarious settlements; dimensions of sustainability; urbanization and environment.

Thematic clusters: 2.City and Environment Topic:  Risk, vulnerability and resilience




DOI: http://dx.doi.org/10.5821/siiu.10003