AMBIÊNCIAS URBANAS E GÊNERO Atravessamentos metodológicos para re-sensibilização das cidades [URBAN ENVIRONMENTS AND GENDER Methodological crossings to re-sensitize cities]

Mariana Valicente, Ethel Pinheiro

Resumen


Este artigo pretende discutir algumas problemáticas urbanas e tensionar metodologias a fim de possibilitar a análise de subjetividades inerentes à formação de territórios que estruturam o espaço público no Brasil. Ao abraçar novas narrativas e obter perspectivas inclusivas no planejamento urbano e políticas públicas, considerando não apenas o espaço físico, mas também as ambiências e performances cotidianas, foca-se na relação do corpo com o ambiente urbano como unidade de análise. Tentando fugir das limitações de uma abordagem reducionista de gênero no espaço urbano, a intenção é apontar possibilidades metodológicas em pesquisas dessa natureza, ao apresentar metodologias combinadas que corroboram para a prática da pesquisa de viés etnográfico e pesquisas qualitativas no espaço público. Assim, por meio de análises do corpo e ambiências das batalhas de poesia de Slam, surge a ótica das corpografias: a coreografia de corpos políticos atuantes no espaço urbano como alternativa de resistência em uma cidade excludente.

Palavras-chave: Ambiências Urbanas, Corpo, Gênero, Poesia de Slam

Linha de Investigação: 3. Dinâmicas Urbanas

Tópico: Gênero e Cidade

 

ABSTRACT

This article intends to discuss some urban problems and to trigger new methodologies in order to rethink possibilities for the analysis of the subjectivities that make up the construction of territoires in public spaces. When embracing new narratives and obtaining inclusive perspectives in urban planning and public policies, considering not only the physical space, but also the daily environments and performances, it focuses on the relationship of the body with the urban environment as a unit of analysis. Trying to escape the limitations of a reductionist approach to gender in urban space, the intention is to point out methodological possibilities in research of this nature, by presenting combined methodologies that corroborate the practice of urban ethnography and qualitative research in the public space. Thus, through analyzes of the body and ambiences within the Slam Poetry battle, the perspective of corpography emerges: the choreography of political bodies operating in the urban space as an alternative of resistance in an excluding city.

Keywords: Urban Ambiences, Body, Gender, Slam Poetry

Research line: 3. Urban Dynamics

Topic: Gender and City




DOI: http://dx.doi.org/10.5821/siiu.10020