O ESPAÇO PÚBLICO E SUAS TERRITORIALIDADES. A experiência das mulheres nos estádios de futebol [Public Space and its territorialities The experience of women in soccer stadiums]

Mariana Cardoso Pena, Fernanda G. Sánchez

Resumen


Apoiadas em princípios de caráter patriarcal, crenças e costumes produziram, ao longo da história, relações desiguais de gênero. Mediante correspondência entre comportamentos generificados, originados nas cidades e reverberados em edifícios de uso coletivo, pretende-se construir uma reflexão acerca da vivência feminina nos estádios de futebol e compreender as possibilidades de uso e afeto das mulheres nesses edifícios ditos masculinos, bem como no espaço público a eles relacionado, por meio de metodologia de base bibliográfica. Sustenta-se que, mesmo com o aumento do público feminino nos estádios, há entraves e preconceitos que, associados aos dificultadores existentes no espaço público, limitam usos e desencadeiam experiências conflitivas. Este artigo propõe uma avaliação da formação dos estádios e sua sociabilidade, por meio do questionamento das regulamentações instituídas e dos discursos e negociações ligados ao seu ethos, como contribuição para o avanço da reflexão crítica acerca das relações de gênero nas cidades contemporâneas.

Palavras-chave: gênero, espaço público, estádio, Rio de Janeiro.

Linha de Investigação: 3 – Dinâmicas Urbanas.

Tópico: Gênero e Cidade.

 

ABSTRACT

Supported by patriarchal principles, beliefs and customs have historically produced gender inequality. Through correspondence between gendered behaviors, originated in the cities and reverberated in collective buildings, it is intended to build a reflection on the female experience in football stadiums and to understand the possibilities of use and affection of women in these so-called male buildings, as well as in the public space related to them, through bibliographic based methodology. It is maintained that, even with the increase of the female public in the stadiums, there are obstacles and prejudices that, associated to the existing difficulties in the public space, limit uses and trigger conflicting experiences. This article proposes an evaluation of the formation of stadiums and their sociability, through the questioning of the instituted regulations and the speeches and negotiations related to their ethos, as a contribution to the advancement of critical reflection about gender relations in contemporary cities.

Keywords: gender, public space, stadium, Rio de Janeiro

Research line: 3 – Urban dinamics

Topic: Gender and City




DOI: http://dx.doi.org/10.5821/siiu.10023