DA INSTITUIÇÃO À DISSOLUÇÃO DA “ZONA DE BAIXO MERETRÍCIO PAULISTANA” A segregação do gênero prostitucional diante das questões de tolerância, gentrificação e salubridade [FROM THE INSTITUTION TO THE DISSOLUTION OF THE “PAULISTAN RED LIGHT DISTRICT” The segregation of the prostitution gender in the face of issues of tolerance, gentrification and salubrious]

Ricardo Mingareli Del Valle

Resumen


As discussões que cercam os processos de urbanização, na maioria das vezes, remetem aspectos conceituais na diagramação das cidades. Entretanto, existem assuntos que, mesmo não sendo responsáveis diretos na conceituação das cidades, circuncidam e costuram suas organizações tipológicas, sendo partícipes da dinâmica espacial vivenciada. Mediante isto, os processos organizacionais dos distritos de prostituição se encaixam nesta linha argumentativa, uma vez que, a estruturação de suas narrativas tipológicas, ora consolidadas por práticas de contenção, assepsia e confinamento, geram maior significância do que a estereotipação imoral e degradante das áreas destinadas à sua prática, que tem por característica constante a manifestação intermediária ao desenvolvimento social, moral e oficial das cidades. Por este modo, o objetivo desta comunicação é elucidar a prostituição como agente indutor na diagramação da cidade, tendo por hipótese a dinâmica territorial, não morfológica, aspecto este que, depende de inúmeros fatores além dos aqui tratados.

Palavras-chave: Segregação, Vigilância, Zona de Meretrício. 

Linha de Investigação: 3: Dinâmicas Urbanas

Tópico: 3: Gênero e Cidade

 

 

ABSTRACT

The discussions surrounding urbanization processes, in most cases, refer to conceptual aspects in the diagramming of cities. However, there are issues that, even though they are not directly responsible for the conceptualization of cities, they circumcise and sew their typological organization, participating in the experienced spatial dynamics. As a result, the organization process of the prostitution districts fits this line of argument, since, the structuring of their typological narratives, now consolidated by practices of containment, asepsis and confinement, generate greater significance than immoral stereotyping and degrading of the areas intended for their practice, whose constant feature is the intermediate manifestation of the social, moral and official development of cities. In this way, the objective of this paper is to elucidate the action of prostitution as an agent that induces diagramming in the city, hypothesis territorial dynamics, not morphology, this aspect depends on many factors besides those dealt with here.  

Keywords: Segregation, Underworld, Surveillance, Red Light District.

Research line: 3: Urban Dynamics

Topic: 3: Gender and City




DOI: http://dx.doi.org/10.5821/siiu.10186