Regiões morfológicas: uma leitura bidimensional do plano da área central da cidade de Florianópolis/SC/Brasil

Anicoli Romanini, Adriana Marques Rossetto

Resumen


Os processos de transformações do território estão diretamente relacionados ao estabelecimento do traçado das cidades. Assim, estudos da morfologia urbana promovem a leitura das cidades por meio das suas características físicas e espaciais, juntamente com a indicação dos atores e dos processos responsáveis por esse processo. Dessa forma, as regiões morfológicas representam diferentes áreas da cidade, que possuem, em determinado momento, características físicas relacionadas à forma (tipo de plano, de tecido edificado), que as distinguem das demais áreas envolventes. Logo, busca-se com este trabalho, apresentar as regiões morfológicas identificadas na estrutura urbana da área central de Florianópolis, cidade localizada ao Sul do Brasil, no Estado de Santa Catarina. A leitura bidimensional do plano da cidade, baseada em metodologia proposta por Conzen, seu processo evolutivo, possibilitou a identificação de regiões morfológicas, a partir dos seus elementos originais e sua evolução, durante diferentes períodos temporais.



DOI: http://dx.doi.org/10.5821/siiu.9098