Manaus, uma metrópole na floresta? A paisagem enquanto ca

Taís Furtado Pontes

Resumen


Neste trabalho são apresentados os resultados preliminares da pesquisa sobre a análise dadispersão urbana induzida por infraestruturas viárias no caso da Região Metropolitana de Manaus, capital do Amazonas, Brasil. A paisagem é proposta enquanto categoria analítica capaz de nortear novas oportunidades de intervenção urbana considerando a complexidade dos territórios periféricos difusos engendrados por infraestruturas viárias. A pesquisa busca assim, identificar critérios para leitura da paisagem metropolitana de Manaus de modo a fornecer subsídios para a interpretação do território em contribuição à instrumentalização do desenho urbano e planejamento local, entendendo o território enquanto um produto social; um projeto a serviço de uma estratégia de poder (Lefebvre, 1972); e enquanto forma, que pode ser analisada por meio de metodologias emprestadas da Morfologia Urbana e dos estudos geográficos sobre a paisagem. A investigação culminou em novos questionamentos quanto à lógica adotada pelo Estado na provisão de infraestruturas.



DOI: http://dx.doi.org/10.5821/siiu.9125