RASTROS DE MODERNIDADE Os aterros na memória urbana da cidade de Montevidéu, Uruguai [TRAILS OF THE MODERNITY Landfills in the urban memory of the city of Montevideo, Uruguay]

Luiz Eduardo Fontoura Teixeira, Maria Inés Travieso Rios

Resumen


Aborda o estudo de caso da construção e consolidação da Rambla Sur [1923-1935] em Montevidéu, uma alteração morfológica, parte de um processo de expansão urbana da primeira metade do século XX. No contexto de um movimento de patrimonialização da arquitetura e urbanismo modernos, pesquisar estas significativas intervenções, os aterros, como rastros da memória urbana daquele período na capital do Uruguai. Vestígios de uma transformação no espaço urbano, que serviu como modelo de modernidade para outras cidades de nosso continente. A ideia central é que se possa investigar o espaço urbano latino-americano (e suas particularidades) não como um reflexo de uma cultura referenciada ao continente europeu, mas como algo resultante de um processo complexo de transculturalidade. Através de pesquisa bibliográfica e iconográfica de fontes primárias e secundárias, contextualizar estas transformações territoriais da borda da cidade.Transformações espaciais e socioculturais, uma ruptura na forma da cidade se relacionar com a sua costa.

Palavras-chave: Modernidade, transformação urbana, memória urbana, Montevidéu.

Linha de investigação: Cidade e Projeto.

Tópico: Morfologia urbana.

 

ABSTRACT

It addresses the case study of the construction and consolidation of Rambla Sur [1923-1935] in Montevideo, a morphological alteration, part of a process of urban expansion in the first half of the 20th century. In the context of a movement to patrimonialize modern architecture and urbanism, research these significant interventions, landfills, as traces of the urban memory of that period in the capital of Uruguay. Vestiges of a transformation in the urban space, which served as a model of modernity for other cities on our continent. The central idea is that one can investigate the Latin American urban space (and its particularities) not as a reflection of a culture referenced to the European continent, but as something resulting from a complex process of transculturality. Through bibliographic and iconographic research of primary and secondary sources, contextualize these territorial transformations on the edge of the city. Spatial and socio-cultural transformations, a rupture in the way the city relates to its coast.

 

Keywords: Modernity, urban transformation, urban memory, Montevideo.

Research line: City and project

Topic: Urban morphology




DOI: http://dx.doi.org/10.5821/siiu.9789