HISTORIOGRAFIAS URBANAS CONTRA HEGEMÔNICAS Raça e Colonialidade nos processos históricos urbanos na América Latina [COUNTER HEGEMONIC URBAN HISTORIOGRAPHIES Race and Coloniality in historical urban processes in Latin America]

Juliana Marques

Resumen


Esse artigo propõe-se a analisar como poder-se-ia, partir de uma perspectiva da história urbana e da teoria urbana, analisar a manutenção de estruturas coloniais, ou as colonialidades, no planejamento urbano latino-americano, especialmente em termos de raça e classe. Estruturas coloniais são marcadoras de uma posição subalterna da América Latina, mas também fundamentais para a preservação do status quo das elites dos países latino-americanos. As contradições desse sistema marcam a produção do espaço, portanto uma dialética espacial que também fizesse a intersecção com os estudos pós-coloniais surge aqui como uma forma possível de se debruçar sobre o problema.

Palavras-chave: história urbana, colonialidade, raça, América Latina.

Linha de Investigação: 1: Cidade e projeto

Tópico: História Urbana e História do Urbanismo

 

ABSTRACT

This article aims to analyze how one could, from a perspective of urban history and urban theory, analyze the maintenance of colonial structures, or colonialities, in Latin American urban planning, especially in terms of race and class. Colonial structures are markers of a subordinate position in Latin America, but also fundamental for the preservation of the status quo of the elites of Latin American countries. The contradictions of this system mark the production of space, so a spatial dialectic that would also intersect with post-colonial studies appears here as a possible way of addressing the problem.

Keywords: urban history, coloniality, race, Latin America.

Thematic clusters: 1: City and Project

Topic: Urban History and History of Urbanism




DOI: http://dx.doi.org/10.5821/siiu.9813