ASPECTOS QUALITATIVOS DA FORMA URBANA E USO DO ESPAÇO PÚBLICO Análise de Praças do Bairro Centro de Teresina (PI) [QUALITATIVE ASPECTS AND USE OF PUBLIC SPACES Analysis of Squares in Teresina (PI) Downtown]

José Mário Pacheco Júnior, Pedro Marcelo de Sousa Ferreira, Antônio Rubens Fernandes Chaves

Resumen


Este trabalho analisa duas praças do Centro da cidade de Teresina (PI): Praça João Luís Ferreira e Praça Da Costa e Silva. São observados aspectos físico-ambientais que possibilitam inferir a qualidade ambiental urbana (Santos; Hardt, 2013) destes espaços e as suas implicações para o uso pela população. A fundamentação teórica apresenta os conceitos de sustentabilidade e qualidade ambiental urbana, espaços livres, áreas verdes urbanas e apropriação do espaço. Foram selecionados para o estudo os indicadores: arborização, sombreamento, gabaritos, dimensões do espaço, mobiliário urbano, uso do solo, acessos e fechamentos. Objetiva-se compreender em que medida os aspectos observados interferem na qualidade e na apropriação dos espaços. A análise demonstra que a apropriação possui maior relação com aspectos de uso do solo em detrimento aos de conforto ambiental. O trabalho contribui à discussão de como aspectos físico-ambientais interferem na qualidade de espaços públicos e a sua resultante à vitalidade das cidades.

Palavras-chave: uso do espaço público; forma urbana; indicadores de qualidade ambiental urbana; Teresina (PI).

Linha de Investigação: 1: Cidade e projeto.

Tópico: Projeto urbano e espaço público.

 

ABSTRACT

This paper analyses two squares in Teresina (PI) downtown: João Luís Ferreira Square and Da Costa e Silva Square. There are examined physical-environmental aspects that allow infer about environmental urban quality (SANTOS; HARDT, 2013) of the squares and the implications of it the use of these spaces by population. The theoretical basis presents concepts of urban sustainability and environmental quality, open spaces, green urban areas, and spatial appropriation. There were selected to this study the indicators: afforestation, shadows, building heights, spatial dimensions, urban furniture, land use activities, access, and barriers. The study aims to comprehend how the examined aspects contribute to quality and appropriation of the squares. The analysis demonstrates that the appropriation of public spaces is more related to aspects of land use in order to environmental aspects. The paper contributes to discuss how physical-environmental aspects interfere public spaces quality and to the resulting vitality of cities.

Keywords: use of public spaces; urban form; environmental urban quality indicators; Teresina (PI).

Research line: 1 City and design.

Topic: Urban design and public space.




DOI: http://dx.doi.org/10.5821/siiu.9842