RISCOS SOCIOAMBIENTAIS URBANOS: Da Exposição à Mobilização Popular e Gestão Democrática dos Territórios [URBAN SOCIO-ENVIRONMENTAL RISKS: From Exposure to Popular Mobilization and Democratic Management of Territories]

Rafael Costa e Silva, João Henrique José Vieira

Resumen


A noção de risco está associada à ideia de perdas e danos que possam, porventura, ocorrer nas distintas atividades humanas. Historicamente, a definição de risco de desastres seguiu por dois caminhos diferentes: aquela que deriva das ciências naturais e da terra e aquela sob a ótica das ciências sociais. A presença da população humana e infraestrutura expostas a possíveis impactos causados por processos físicos – como as inundações – são fatores determinantes para que o desastre se concretize, contudo, além desses elementos, o grau de vulnerabilidade das populações é a variável com influência direta para determinar o grau de risco. Sob esse entendimento, uma eficiente gestão de risco deve primar pela solução de problemas com base na cooperação e participação de todos atores sociais envolvidos. Buscaremos refletir porque a gestão de riscos não é debatida seriamente na esfera pública apontando assim caminhos que possam aumentar a participação popular na tomada de decisões.

Palavras-chave: Planejamento territorial, Riscos socionaturais, Gestão de riscos, Participação, Democracia.

Linha de Investigação: Cidade e Ambiente.

Tópico: Planejamento, políticas e governança.

 

ABSTRACT

The notion of risk is associated with the idea of losses and damages that may occur in different human activities. Historically, the definition of disaster risk has gone to two different paths: one derived from the natural and earth sciences and the other one from the perspective of social sciences. The presence of the human population and infrastructure exposed to possible impacts caused by physical processes – such as floods – are determining factors for the disaster to materialize, however in addition to these elements, the degree of vulnerability of the populations is the variable with direct influence to determine the degree of risk. Under this understanding, an efficient risk management must excel in solving problems based on the cooperation and participation of all social actors involved. We will try to reflect why risk management is not seriously debated in the public sphere, thus pointing out ways that can increase popular participation in decision-making.

Keywords: Territorial planning, Socionatural risks, Risk management, Participation, Democracy.

Research line: City and Environment.

Topic: Planning, policies and governance.




DOI: http://dx.doi.org/10.5821/siiu.9848