ASSOCIAÇÃO ENTRE SUSCETIBILIDADE À INUNDAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA ÁREA URBANIZADA DE CAMPINAS-SP [ASSOCIATION BETWEEN FLOOD SUSTAINABILITY AND DEVELOPMENT OF THE URBANIZED AREA OF CAMPINAS-SP]

Thiago Massucato Cinti, Mara Lúcia Marques

Resumen


As inundações são fenômenos naturais, que na contemporaneidade têm se intensificado nos centros urbanos, sobretudo em razão de ações antrópicas que estão ligadas diretamente com o processo de impermeabilização do solo. Essa pesquisa questiona se a premissa do aumento de área impermeabilizada, em decorrência do processo de expansão urbana, ter necessariamente como consequência o aumento de áreas suscetíveis à inundação pela ação antropogênica multitemporal, quando comparado ao perigo natural. Utilizou-se o método multicritério pela Analytic Hierarchy Process (AHP) para ponderar as variáveis na elaboração de um panorama que conta com modelos de suscetibilidade à inundação em um contexto natural e antrópico, a partir da seleção de datas especificas. Os resultados demonstraram um acentuado crescimento da área impermeabilizada em direção a periferia, região esta que se mostra mais suscetível a este risco uma vez que não conta com uma infraestrutura qualificada de drenagem urbana como na região central.

Palavras-chave: Análise Espacial, Ambiente Urbano, Risco, Inundação.

Linha de Investigação: Cidade e Ambiente

Tópico: Risco, vulnerabilidade e resiliência

 

 

ABSTRACT

Floods are natural phenomena, which in contemporary times have intensified in urban centers, mainly due to anthropic actions that are directly linked to the soil waterproofing process. This research addresses the question whether the premise of increasing the impermeable area, as a result of the urban expansion process, is necessary a consequence of the increased areas susceptible to flooding due to multitemporal anthropogenic action, when compared to natural danger. The multicriteria method was employed through Analytic Hierarchy Process (AHP) to weight the variables in the elaboration of a panorama that has models of susceptibility to flooding in a natural and anthropic context, from the selection of specific dates. The results showed a marked increase in the impermeable area towards the periphery, a region that is more susceptible to this risk since it does not have a qualified urban drainage infrastructure as in the central region.

Keywords: Spatial Analysis, Urban Environment, Risk, Flood.

Research line: City and Environment

Topic: Risk, vulnerability and resilience




DOI: http://dx.doi.org/10.5821/siiu.9867