TRANSFORMAÇÕES E LUGARES EM ESPERA As frentes de águas da Área Metropolitana de Lisboa [TRANSFORMATIONS AND EXPECTANT PLACES Waterfronts of Lisbon Metropolitan Area]

Paulo Tormenta Pinto, Ana Brandão, João Costa, Inês Cayolla

Resumen


RESUMO

As frentes de água são hoje palco de atenções e pressões, já que nelas têm lugar inúmeras dinâmicas urbanas e políticas de gestão territorial. Na Área Metropolitana de Lisboa (AML) há manifestações contemporâneas desta complexidade, com processos de valorização reputacional e económica e uma maior atenção à sua vulnerabilidade ambiental. Apesar das fortes transformações das últimas duas décadas, prevalecem áreas em espera, vulneráveis, sem estratégias definidas.

A investigação pretende explorar os processos de transformação nas frentes urbanas de água, procurando sistematizar as tipologias e problemáticas que aí se manifestam.O trabalho compreende um estudo e mapeamento das frentes de águas na AML, fazendo um retrato das suas alteraçõesrecentes e dos espaços expectantes. Os resultados pretendem alargar a consciência da paisagem e dos territórios ribeirinhos e discutiros desafios e alternativas de desenvolvimento futuras.

 

Palavras-chave:frentes de água, terrain vague, Área Metropolitana de Lisboa, políticas urbanas.

Linha de Investigação: 1. Cidade e projeto Topico: Estudos metropolitanos e territoriais

 

ABSTRACT

The waterfronts are currently attention and pressurefocus, as numerous urban dynamics and territorial management policies take place on them. In the Lisbon Metropolitan Area (LMA) there are contemporary manifestations of this complexity, with reputational and economic valuation processes and greater attention to its environmental vulnerability. Despite the strong transformation of the last two decades, there are expectant areas, vulnerable, without defined strategies.

The research aims to explore the processes of transformation on urbanwaterfronts, seeking to systematize typologies and problems that manifest there. The work includes a study and mapping of the waterfronts of the LMA, making a portrait of its recent transformations and vacant spaces. The results are intended to broaden the consciousness of the riverine landscape and territories and to discuss the challenges and alternatives to  their future developments.

 

Keywords: waterfronts, urban void, Lisbon Metropolitan Area, urban policies.

Thematic clusters:1. City and project Topic: Metropolitan and territorial studies



DOI: http://dx.doi.org/10.5821/siiu.9929