O USO DOS DISPOSITIVOS DIGITAIS NA PRÁTICA DA CARTOGRAFIA. Dois casos de estudo para o mapeamento colaborativo de narrativas urbanas [THE USE OF DIGITAL DEVICES IN CARTOGRAPHY PRACTICE Two case studies for the collaborative mapping of urban narratives]

L. Pomesano, A. Paio, R. Falanga

Resumen


RESUMO

O mapa, como instrumento, tem um papel afirmativo nas várias leituras do território. No mundo contemporâneo, vários atores territoriais interrogam-se sobre como as ferramentas digitais podem ajudar a incluir mais informaçõesnas leituras cartográficas, em especial, dos dados imateriais, fortemente ligados à identidade socialdo lugar urbano.Para responder a esta questão, o presente artigo descreve dois exemplos práticosde mapeamento digital que têm investigado o potencial da cartografia digital para formular estratégias de regeneração urbana do espaço público. Apresenta-se, assim, uma reflexão sobre o papel da cartografia digitalna ressignificaçãodos lugares, promovendopráticasbottom-uppara a gestão do território urbano. A acessibilidade à informação gráfica de dados imateriais através da cartografia digital,que não era possível explicitar nas cartografias tradicionais,permiteuma maior inclusão dos atores envolvidos nas transformações urbanas.

Palavras-chave: Metrópole, Património, Cartografia digital, Ciências Sociais Computacionais

Linha de Investigação: 1. Cidade e projeto Tópico: Estudos metropolitanos e territoriais.

 

ABSTRACT

The map, as a tool, has an affirmative role in the various meanings of the territory.In the contemporary digital world, the different territorial actors investigate how digital tools can help to introduce more information in reading maps, especially info and intangible data, strongly related to the social identity of the urban place.To answer the question, this article describes two practical examples of digital mapping that investigated the potential of digital cartography in order to develop urban regeneration strategies of public space.Thanks to these, it is possible to introduce a reflection on the role of digital cartography in the places re-signification, promoting bottom-up practices for the urban territorymanagement. The accessibility to graphic information by intangible data through digital cartography, that could not be defined in the traditional cartography, has allowed a greater inclusion of the actors involved in urban transformations.

 

Keywords: Metropolis, Heritage, Digital Cartography, Computational Social Sciences

Thematic clusters: 1. City and project Topic: Metropolitan and territorial studies.




DOI: http://dx.doi.org/10.5821/siiu.9935