MULHERES E VULNERABILIDADE URBANA: Caminhos e entraves para o protagonismo feminino na produção de cidades resilientes e justas [WOMEN AND URBAN VULNERABILITY: Paths and obstacles to female protagonism in the production of resilient and fair cities]

Julia Lopes da Silva, Patricia Rodrigues Samora

Resumen


As mudanças climáticas e o processo de urbanização desigual vêm intensificando a ocorrência e a magnitude de desastres ambientais. Mulheres se mostram particularmente vulneráveis, sendo as principais vítimas desses eventos. Neste artigo, discutimos a incorporação da mulher como agente de transformação para cidades resilientes e buscamos entender as dificuldades para a efetivação dessa meta no atual contexto político nacional. Para tanto, traçamos um panorama da discussão mulher e risco na agenda política global, contextualizando com a política brasileira de gestão de desastres. Realizamos um levantamento de ações que impactam sua efetivação, levando em conta a política ambiental e de inclusão social. Considerando que o debate do urbanismo contemporâneo ressalta o protagonismo feminino como essencial para a transformação das cidades, formulamos estratégias alternativas ao cenário político brasileiro. Estas perpassam pelo engajamento feminino e comunitário para construção de um conhecimento coletivo capaz de reduzir a vulnerabilidade da população.

Palavras-chave: riscos ambientais, redução da vulnerabilidade, gênero.

Linha de investigação: Dinâmicas Urbanas.

Tópico: Gênero e cidade.

ABSTRACT

Climate change and the process of uneven urbanization have intensified the occurrence and magnitude of environmental disasters. Women are particularly vulnerable, being the main victims of these events. In this article, we discuss the incorporation of women as agents of transformation for resilient cities and we seek to understand the difficulties in achieving this goal in the current national political context. To do so, we draw an overview of the discussion of women and risk on the global political agenda, contextualizing it with the Brazilian disaster management policy. We carried out a survey of actions that impact their effectiveness, considering the environmental and social inclusion policy. Considering that the debate on contemporary urbanism highlights female protagonism as essential for the transformation of cities, we formulate alternative strategies to the Brazilian political scenario. These go through female and community engagement to build collective knowledge capable of reducing the population's vulnerability.

Keywords: environmental risks, vulnerability reduction, gender.

Research line: Urban Dynamics.

Topic: Gender and city.




DOI: http://dx.doi.org/10.5821/siiu.9967