FORMA URBANA E SEGREGAÇÃO. Uma análise morfológica dos assentamentos informais do entorno de conjuntos habitacionais em Ananindeua/Pará

Raquel Oliveira de Morais, Bruna Lopes Brazão e Silva, José Júlio Ferreira Lima

Resumen


Este trabalho se propõe a contribuir com uma análise morfológica dos assentamentos informais situados no entorno dos conjuntos habitacionais Cidade Nova, Guajará e PAAR, localizados no município de Ananindeua, Região Metropolitana de Belém, Estado do Pará. Foram escolhidos quatro assentamentos informais em virtude de suas respectivas localizações, relações de proximidade com os conjuntos habitacionais supracitados, forma espacial, suas conexões e limitações do sítio físico. Neles foram identificadas proporções de dimensões de quadras e lotes, massa edificada, e a relação entre o traçado da malha urbana dos assentamentos informais com as dos conjuntos habitacionais, visando identificar as transformações ocorridas e o nível integração/segregação dos recortes destacados. É demonstrado que a forma urbana dos assentamentos informais periféricos revela um processo de consolidação com padrões espaciais determinados em grande medida pela espacialidade dos conjuntos habitacionais.


Palabras clave


Morfologia, Assentamentos Informais, Consolidação, Forma Urbana



DOI: http://dx.doi.org/10.5821/qru.10390