A “MARCHA PARA O OESTE” E A PORÇÃO OESTE DO ESTADO DE SÃO PAULO: Meios de transporte e a articulação urbana [THE “ADVANCE TO THE WEST” AND THE WESTERN PORTION OF SÃO PAULO STAT: transports and urban articulation]

Taís Schiavon

Resumen


Território desconhecido, a porção Oeste do Estado de São Paulo, vê sua expansão em fins do século XIX como parte das estratégias de promoção das conexões territoriais nacionais e internacionais, inicialmente promovidos pelo sistema ferroviário e gradativamente substituídos pelo sistema rodoviário de transportes. Compondo este processo as linhas: Araraquarense, Noroeste, Paulista e Sorocabana, promoviam o transporte de pessoas, produtos e serviços entre a região “desconhecida e selvagem”, para as demais porções territoriais, permitindo o desenrolar de inúmeras atividades. Considerando o fato de que 65% do território do Estado de São Paulo foi urbanizado, a partir do avanço da "franja pioneira", entendemos a importância do desempenho das ferrovias no Brasil, cujas estratégias foram fortemente atuantes entre os séculos XIX e XX, transportando pessoas, bens e serviços entre os centros já urbanizados e as regiões “selvagens”, conformando abertura de "modernas" cidades em meio à porção central do Brasil em um curto espaço de tempo.  

Palavras-chave: São Paulo, rodovias, ferrovias, desenvolvimento urbano, articulação regional.

Linha de Investigação: 1: Cidade e projeto

Tópico: Estudos metropolitanos e territoriais

 

ABSTRACT

Unknown territory, the western portion of the State of São Paulo, sees its expansion at the end of the 19th century as part of strategies to promote national and international territorial connections, initially promoted by the rail system and gradually replaced by the road transport system. Composing this process the lines: Araraquarense, Noroeste, Paulista and Sorocabana, promoted the transport of people, products and services between the “unknown and wild” region, to the other territorial portions, allowing the development of innumerable activities. Considering the fact that 65% of the territory of the State of São Paulo was urbanized, from the advance of the "pioneer fringe", we understand the importance of the performance of the railroads in Brazil, whose strategies were strongly active between the 19th and 20th centuries, transporting people, goods and services between already urbanized centers and “wild” regions, forming the opening of "modern" cities in the middle of the central portion of Brazil in a short time.

Keywords: São Paulo, highways, railways, urban development, regional articulation.

Research line: 1 City and Project                   

Topic: Urban Morphology



DOI: http://dx.doi.org/10.5821/siiu.9765