A Via Light: a educação pela beleza

Cássia Maria Baptista de Oliveira

Resumen


O artigo toma o conceito de utopismo dialético apresentado por David Harvey no livro Espaços de Esperança para propor a pesquisa etnográfica com os citadinos nos espaços de convivência social localizados na Via Light, em Nova Iguaçu, como processos de sociabilidade em formas espaciais. O tema da pesquisa tem como foco os lugares de convivência social que produzem a intensificação do desenvolvimento geográfico desigual em termos de padrão e de perspectivas de vida, no sentido de refletir sobre as culturas emudecidas na contemporaneidade. Defende-se a ideia de que a pesquisa nos espaços de convivência social pode produzir a materialização do utopismo do processo social, promovendo o político da amizade, tendo como apoio as contribuições teóricas da filosofia de Agamben e de Foucault.



DOI: http://dx.doi.org/10.5821/ctv.7858

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.